O que devo fazer em caso de sinistro? Essa é uma pergunta muito presente no escopo de dúvidas dos proprietários de automóvel, quando acontece um caso de sinistro. Sempre que adquirimos algum seguro para o nosso veículo, apesar de estarmos cientes que de que isso é feito justamente para casos de eventualidades, esperamos não precisar de fato usufruir daquilo que o seguro auto tem a oferecer.

CLIQUE AQUI E COTE ONLINE SEGURO AUTO PARA SEU VEÍCULO

O que é um sinistro?

Quando se contrata o seguro de um veículo ou mesmo qualquer outro tipo de seguro, você certamente irá ouvir a palavra sinistro, sobretudo na apólice desse seguro. O sinistro nada mais é do que uma tipo de acidente que vai provocar prejuízos ao seu veículo segurado. Por essa razão o termo consta na apólice de seguro do seu automóvel.

Independente do formato desse acidente,ou mesmo se ele aconteceu de repente, de modo imprevisto e totalmente involuntário. Absolutamente todos os danos ocasionados pelos acontecimentos cobertos na apólice poderão e deverão ser indenizados pela seguradora contratada.

O sinistro do seguro auto pode tanto ser parcial, como pode ser integral, o que vai oscilar de acordo com o prejuízo causado. A perda parcial acontece quando o veículo ainda tem condições de ser consertado.

Por outro lado, o sinistro integral, é quando o veículo tem o que se chama de perda total, ou seja, quando o carro não tem conserto ou então quando ele é roubado.

O que se pode fazer em caso de sinistro?

Há uma série de procedimentos que se pode fazer em caso de sinistro. Tudo vai depender da situação na qual o sinistro pode ser acionado. Elencamos abaixo algumas dessas situações possíveis.

  • Alguém bateu no seu veículo. O seguro pode ser acionado?

Pode acontecer de você estar dirigindo corretamente ou mesmo estar com seu veículo estacionado e alguém colidir com o mesmo. Qualquer contexto onde você não seja capaz de definir quem foi o responsável pelo acidente você pode acionar o seguro para que seu veículo seja consertado.

Assim que o acidente acontecer, você deve ligar imediatamente para o seu corretor ou para a seguradora contratada. Enquanto estiver no contato com ele, busque agendar a vistoria da oficina na qual o seu veículo terá conserto. Uma dica importante é somente procurar uma oficina que possua referência, preferencialmente aquela pertencente a marca do seu veículo.

  • Bati o meu carro. O que devo fazer agora?

Caso você bata o seu carro e não consiga ligá-lo novamente, você deve se comunicar com a seguradora e solicitar a ela que o guinche. Em seguida, precisa se lembrar de agendar o conserto na oficina autorizada.

  • Meu carro foi roubado.

Nas situações onde o seu carro foi furtado ou então roubado, você precisa, antes de tudo, ligar para a Polícia e fazer um boletim de ocorrência. Logo depois, entre em contato com a seguradora e com o seu corretor e avise para que a equipe da perícia faça as constatações necessárias para a cobertura. Essa mesma perícia irá se comunicar com você para pedir que encaminhe a documentação necessária. Quando o sinistro é finalizado, a indenização é paga a você.

Lembrando que, se o seu carro possuir rastreador veicular, as chances de recuperar o seu veículo são enormes!

Usando o seguro auto em caso de sinistro

Tudo o que você deve fazer, em caso de sinistro, é acionar o seu corretor e a seguradora contratada, a fim de que eles tomem as providências necessárias. Se a sua apólice do seguro é recente, confira se o prazo do seguro de automóvel já está em vigor. Mantenha a quitação do seguro em dia e todos os seus dados atualizados.