Com o aumento da violência urbana no Brasil, o mercado de carros com vidro blindado tem crescido muito. De acordo com dados da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), São Paulo é a região que mais detém carros blindados no país (63,04%).

Desenvolvido para proteger o veículo, o vidro blindado garante que os passageiros não sejam atingidos por projéteis, uma vez que a película tem a função de colar os vidros, suavizar o impacto desses projéteis e ainda impedir o estilhaçamento do vidro.

CLIQUE AQUI E COTE ONLINE SEGURO AUTO PARA SEU VEÍCULO

Como funciona o vidro blindado?

O vidro blindado ficou conhecido como vidro balístico pela capacidade de reter projéteis como balas de revólver e acessórios para carros.

Camada 1: A camada de vidro externa é atua como a primeira proteção. A bala chega em alta rotação e alta velocidade mas o vidro consegue corroer e deformar ela.

Camada 2: Em segundo lugar, há uma camada de resina ou plástico amortecedora que reduzindo a velocidade e a força da bala, até paralisá-la

Camada 3: A última camada de vidro nunca é atingida pela bala, mas pode se estilhaçar devido à força do impacto. O vidro blindado termina em uma fina película plástica que impede que os estilhaços de vidro machuquem alguém.

Afinal, quando o vidro blindado realmente vale a pena?

São vários os fatores que devem ser levados em conta na hora da decisão:

1. Peso

O vidro blindado sempre costuma ser bem pesado, mas os modelos mais recentes de vidro blindado automotivo buscam pela leveza do carro com o objetivo de não prejudicar a estrutura ao todo do automóvel.

2. Transparência

Deve ter transmissão luminosa mínima de 60% para não prejudicar a visibilidade através do vidro.

3. Preço

O preço de instalação de um vidro blindado ainda é muito elevado.

4. Regulamentação

O vidro blindado deve estar devidamente registrado no Exército Brasileiro antes de ser comercializado. O exército é responsável por realizar todos os testes necessários para a aprovação do material.

O teste de resistência considera as seguintes normas:

  • A avaliação do impacto (de acordo com o ângulo de incidência, a velocidade do projétil, a munição e o impacto pela bala num determinado ponto do corpo de prova);
  • O posicionamento e a sequência dos disparos a serem feitos.
  • A preparação dos corpos de prova — a amostra do vidro blindado a ser testado deve ser acondicionada em ambiente com temperatura e umidade do ar especificados pela norma
  • Presença de umidade.

Veja também mais detalhes sobre como evitar a delaminação de vidros blindados.

Tendo analisado esses fatores, fica mais fácil chegar numa relação de custo x benefício. Mais alguns pontos para analisar são a cidade e o bairro onde você mora. Assaltos a mão armada são comuns?

Outro fator é o modelo do carro. Alguns carros costumam chamar mais a atenção que outros.

Se depois de ver esses pontos e responder essas perguntas você concluir que os vidros blindados valem a pena para o seu caso, você chegou na sua resposta! Faça um orçamento para ver se o projeto cabe no seu bolso.

E aí, você acha que vidros blindados valem a pena? Conta pra gente nos comentários!