O Brasil possui extensas rodovias. São milhares de quilômetros que cortam diversas regiões e cidades brasileiras. Algumas ligam pequenos trechos, enquanto outras atravessam o país inteiro. Entretanto, nem sempre as condições das rodovias são boas. Em certos pontos, o número de acidentes graves é bem alto.

CLIQUE AQUI E COTE ONLINE SEGURO AUTO PARA SEU VEÍCULO

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, 89.318 acidentes ocorreram nas estradas federais brasileiras em 2017. Apesar da redução de 7,5% no número de acidentes quando comparado a 2016, 6.244 pessoas perderam a vida nas estradas. Estes valores são bem alarmantes e requerem cuidados e medidas eficientes para combater a violência no trânsito.

Os dados mostram que quase 30% das mortes nas rodovias federais em 2017 foram provavelmente ocasionados pela falta de atenção. Do total de acidentes, a maioria foi causada por colisão traseira, seguida de saída de pista. Por sua vez, a colisão frontal foi o acidente com o maior número de vítimas fatais.

Neste intuito, separamos as rodovias mais perigosas do Brasil para que você fique alerta quando for viajar em alguma delas. É importante salientar que somente alguns trechos destas rodovias são pontos críticos, os quais serão mostrados aqui. Então, confira estas informações e dirija sempre com atenção!

Cuidado com alguns trechos das rodovias!

BR-101

A BR-101 é a mais longa rodovia do Brasil. Inicia-se em Touros, no Rio Grande do Norte, e vai até São João do Norte, no Rio Grande do Sul. Ao total de seus 4.772 Km, passa por 12 Estados brasileiros. Oficialmente, seu nome é Rodovia Governador Mário Covas, as também é conhecida como Translitorânea ou Rodovia da Morte. Este último nome ganhou fama devido a trechos muito perigosos ao longo de sua extensão.

O trecho mais perigoso da BR-101 localiza-se entre os quilômetros 200-220, em Palhoça, no Estado de Santa Catarina. Esta região é bastante urbana, onde ocorrem muitas colisões traseiras e laterais durante os horários de pico. Além disso, há casos de atropelamento. De noite, este ponto é conhecido por carros em alta velocidade.

Outro ponto crítico em relação à segurança é entre os quilômetros 260-270, em Serra no Espírito Santo. O principal fator para os acidentes graves causados nesta região é a falta de passarelas e sinalização. Portanto, o pedestre coloca-se risco para atravessar a rodovia, tornando-se alvo de morte por atropelamento.

BR-116

A BR-116 é tida como a principal rodovia brasileira, a qual sai de Fortaleza, no Ceará, e segue até a cidade de Jaguarão, no Rio Grande do Sul. Durante os 10 Estados que passa, recebe diferentes nomes. Dentre eles, e os mais conhecidos, são Rodovia Régis Bittencourt (de São Paulo a Curitiba) e Presidente Dutra (entre Rio de Janeiro e São Paulo).

Podemos destacar dois dos pontos mais perigosos desta rodovia. O primeiro fica em São João do Meriti, no Rio de Janeiro, entre os quilômetros 170-180. Outro trecho de destaque é entre os quilômetros 210-230 em Taboão da Serra, em São Paulo. Ambos os pontos são muito movimentados, com alto tráfego de veículos pesados. O congestionamento é alto e casos de engavetamento são frequentes.

BR-381

A famosa Rodovia Fernão Dias, muito utilizada como alternativa para as BRs 101 e 116, também possui trechos bem perigosos. Ela se inicia em São Mateus, no Espírito Santo, e chega até São Paulo. Por ser uma rodovia de bastante tráfego, acaba por possuir um alto número de acidentes graves.

O ponto mais perigoso desta rodovia fica em Betim, em Minas Gerais, entre os quilômetros 480-500. Neste trecho, o excesso de caminhões e o acostamento precário. Além disso, o alto número de pedestres contribuem para a baixa segurança. Consequentemente, o número de mortes é alto.

BR-222

A rodovia BR-222 liga as cidades de Fortaleza, no Ceará, e Marabá, no Pará. Compreendendo quase 2.000 Km de estrada, possui trechos bem críticos de violência no trânsito. O trecho mais perigoso é logo no início, até o quilômetro 10, principalmente devido ao congestionamento na região, onde as colisões entre veículos são comuns. Na maioria dos casos, os acidentes são graves e possuem vítimas fatais.

BR-316

Esta rodovia vai de Belém, no Pará, até Maceió, em Alagoas, a qual corta o Brasil em sua diagonal. O ponto crítico da BR-316 é também no seu início, até o quilômetro 10. Esta região possui alto movimento de veículos pesados, inclusive de ciclistas e pedestres pelo acostamento. A falta de passarelas e constantes manifestações expõe ainda mais a segurança de todos.

Portanto, fique atento ao dirigir nas estradas. Tenha sempre atenção, ainda mais se não conhecer bem o trecho. Responsabilidade e segurança no trânsito, sempre!