A manutenção de automóveis expõe o profissional a diversos riscos de trabalho. Utilizar os EPIS (equipamento de proteção individual) corretos é a melhor forma de evitar acidentes que podem causar sérios danos ao trabalhador.

Esses itens são indispensáveis para que seja garantida a proteção do colaborador contra possíveis agentes prejudiciais à saúde, e qualquer coisa que possa causar um tipo de dano, seja ele químico, biológico ou físico.

Considerando isso, preparamos este conteúdo falando dos riscos que os trabalhadores desse ramo estão expostos e quais os EPIs necessários para o seu trabalho. Confira!

Quais os riscos físicos?

Os agentes físicos de grande impacto são considerados acima dos níveis permitidos, ultrapassando a tolerância no que diz respeito às vibrações, movimentação de peças pesadas e outras atividades que apresentam algum risco físico.

Esses agentes químicos são produtos geralmente utilizados para limpeza das peças, como solventes, graxa ou óleo mineral.

Quais as medidas de proteção necessárias?

Os donos de oficinas devem obrigatoriamente oferecer os equipamentos necessários para a proteção dos colaboradores, sem nenhum custo adicional.  Alguns devem ter placas de sinalização indicando o perigo da exposição diretamente na pele, para a segurança dos colaboradores.

Paralelo a isso, o empregador deve treinar seus funcionários para utilizarem corretamente os EPIs. Pois usar um equipamento de proteção de maneira errada não ajuda ninguém, não é mesmo?

Por que usar o EPI correto?

É recomendado que se utilize luvas, máscaras e óculos de segurança com o objetivo de evitar danos por contato direto ou com a inalação de elementos tóxicos, protegendo a pele, os olhos e as vias aéreas.

Isso abrange boa parte dos trabalhos manuais, por exemplo. Não apenas no setor automotivo, como também os serralheiros que trabalham serrando portões ou os operadores de máquina de solda, os EPIs são indispensáveis!

Para os trabalhos com funilaria, as luvas devem ser de couro! Esse material protege as mãos do colaborador nos processos de soldagem, montagem e desmontagem de peças metálicas.

Por outro lado, para trabalhos que envolvem pintura, luvas impermeáveis para evitar o contato com a tinta são as indicadas durante a aplicação.

Quais são outros itens?

Caso o trabalho envolva a solda o mecânico pode utilizar a Máscara de Solda e uma Máscara para gases Tóxicos. Já para pintura automotiva, a máscara mais utilizada é a para vapores tóxicos com refil de filtro em carvão ativado (para pintura) e a Máscara para vapores tóxicos com carvão ativado.

Os óculos precisam ter uma proteção lateral para a proteção total dos olhos contra os riscos de cegueira parcial e total por fagulhas e estilhaços de matérias que podem saltar enquanto o profissional trabalha.

Além desses equipamentos, o mecânico automotivo deve utilizar aventais resistentes, como o de couro, macacões (proteção na pintura automotiva), protetores auriculares e calçado adequado e resistente.

Utilize os EPIs corretos

Ao longo deste conteúdo, falamos sobre os EPIs e a importância de serem usados pelos funcionários. O que achou das nossas informações?

A manutenção automotiva é um meio bastante complicado e exige certos cuidados com a segurança dos trabalhadores. Os EPIs são as formas de garantir essa segurança, pois ao longo do trabalho, peças podem se soltar e machucar o trabalhadores.

Utilizar o EPI correto para cada situação é a melhor forma de evitar dores de cabeça, acidentes e o mais grave, danos físicos graves aos trabalhadores.