Existem muitas vantagens em fazer um seguro para o seu automóvel. No entanto, ao se fazer uma cotação do seguro auto, você precisa ter em mente algumas perguntas necessárias.

O seguro é importante pois deixa você mais tranquilo caso aconteça algo com o seu carro ou o com o veículo de terceiros. Por isso, escolha um seguro que tenha coberturas o suficiente para te deixar despreocupado.

CLIQUE AQUI E COTE ONLINE SEGURO AUTO PARA SEU VEÍCULO

Faça pesquisas e peça uma cotação do seguro auto em diferentes empresas, no qual você possa fazer comparações. Faça isso, pois os valores podem mudar de empresa para empresa.

Veja nesse artigo as principais perguntas que são realizadas no momento em que o cliente faz a cotação do seguro auto.

1. Qual o valor da minha franquia?

Primeiramente, é importante explicar o que é a franquia, antes de fazer a cotação do seguro auto. A franquia é aquela taxa cobrada pela seguradora para consertar o seu automóvel.

Por exemplo, digamos que você bata o seu carro. Se quiser, pode acionar o seu seguro e fazer o conserto, mas terá que pagar um valor para a seguradora. Por isso é importante perguntar sobre a franquia existente na proposta e se está tudo como você imaginou.

O segurado é obrigado a pagar esse valor para que seguradora o indenize, caso ocorra um sinistro com seu bem.

2. Franquia reduzida e normal: qual é a sua?

Você sabe as diferenças entre uma franquia e outra? Na franquia reduzida o valor pago para acionar a seguradora é menor, enquanto o valor do prêmio ou seguro é maior.

Na franquia normal, o pagamento é menor, no entanto gastará mais caso precise utilizá-lo. Por isso, compare os valores e os tipos de franquia para saber qual o melhor para você.

3. A empresa cobre danos a terceiros?

De certo que a maioria dos planos da cotação do seguro auto oferece a cobertura de danos a terceiros. Dessa forma, a seguradora é quem paga os danos causados a outros veículos no acidente que você pode ter provocado. Por isso, pense nesse benefício ao incluir isso na sua proposta de cotação do seguro auto.

4. E a instalação do rastreador?

Uma das maiores vantagens em instalar um rastreador é a economia no valor do seguro. É importante que você saiba que o rastreador pode ser instalado de forma gratuita por algumas seguradoras, no entanto nem sempre isso fica claro. Por isso, se tiver dúvidas na hora de fazer a cotação do seguro auto, faça essa pergunta.

Mas se recorde de desinstalar o rastreador na hora de vender o carro, ou poderá pagar uma taxa por conta disso.

Você também poderá se interessar por:

Seguro auto Simulador: Veja como simular o seguro auto para seu veículo

5. O seguro tem cobertura para roubo ou perda total?

Verifique com o seu seguro essa informação, pois alguns utilizam a tabela Fipe para pagar o valor do carro. No entanto, é comum que o pagamento seja condizente com o valor do carro no momento que for solicitado.

6. O que o meu seguro não cobre?

Observe a parte do contrato onde tem escrito “exclusão”. Veja os serviços que não são cobertos, como por exemplo a não existência de cobertura para o motorista que foi o responsável pelo acidente. Por isso, sempre que tiver dúvidas na hora de fazer a cotação do seguro auto, pergunte ao seu corretor para que não haja dúvidas.

Por fim, a seguradora pode também se recusar a fazer o seu seguro, caso considere que o seu veículo corre riscos e que o seguro não valerá a pena. Entre em contato com as empresas que têm interesse e faça todas essas perguntas ao fazer a sua cotação do seguro auto.